Início Acidente Vascular Cerebral Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo

Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo

A Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo assim como as demais outras Regiões da Capital Financeira do Brasil, ou seja São Paulo/SP e até o Grande ABC Paulista. É um Exame realizado a fim de verificar lesões no sistema nervoso e na musculatura.

Eletroneuromiografia: A Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo assim como as demais outras Regiões da Capital Financeira do Brasil, ou seja São Paulo/SP e até o Grande ABC Paulista. É um Exame realizado a fim de verificar lesões no sistema nervoso e na musculatura.

Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo

Eletroneuromiografia

O Exame de Eletroneuromiografia é normalmente solicitado por várias campos Médicos Especialistas em:

  • Neurologia,
  • Ortopedia,
  • Neurofisiologia e
  • Fisiatria,

O Exame de Eletroneuromiografia é ideal para embasar diagnósticos e proporcionar prognóstico sobre diversas afecções.

Conheça também o Exame de Doppler Transcraniano SP

Este procedimento diagnóstico no Butantã SP e também internacionalmente é chamado de ENMG, ele é realizado no intuito de conferir excelência à analise da condição de saúde do paciente e proporciona uma maior assertividade nos resultados. A eletroneuromiografia pode ser feita em diferentes partes do corpo como membros superiores, membros inferiores, face bilateral, entre outras.

ENMG Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo

Embora a ENMG seja indicada para diagnosticar doenças de índole muscular, este exame é solicitado para constatar afecções neurológicas com maior frequência.

Neste sentido, é preciso ressaltar que o exame proporciona dados para diagnósticos de enfermidades do sistema nervoso periférico.

Butantã é um distrito situado na zona oeste do município de São Paulo e é administrado pela subprefeitura do Butantã. Possui 12,5 quilômetros quadrados, sendo delimitado a leste pela margem do rio Pinheiros. A região é marcada pela heterogeneidade socioeconômica. Junto ao rio, há um bairro-jardim de alto padrão, o City Butantã, semelhante aos jardins América e Europa, localizados na outra margem do rio Pinheiros.

O distrito faz divisa com os seguintes distritos: Pinheiros, Alto de Pinheiros, Jaguaré, Morumbi, Vila Sônia, Rio Pequeno e Raposo Tavares

Bairros do Burantã

Bairros do distrito Butantã: City Butantã; Vila Indiana; Jardim Rizzo; Vila Pirajussara; Conjunto Residencial Butantã (também conhecido como Inocoop); Jardim Christe; Jardim Ademar; Previdência; Jardim Caxingui; Vila Rolinópolis; Jardim Esmeralda; Vila Gomes; Jardim Bonfiglioli; Jardim Maria Luiza; Vila Pernilongo; Jardim São Gilberto; Cidade dos Bandeirantes; Jardim Matarazzo; Jardim Pinheiros.

Todos de perfil predominantemente residencial, com alguns corredores comerciais: as avenidas Vital Brasil, Corifeu de Azevedo Marques, Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, Eliseu de Almeida, Comendador Alberto Bonfiglioli e Professor Francisco Morato, além de ruas como, Alvarenga, Camargo e a praça MMDC.

Assista diretamente no youtube se assim preferir. 

Eletroneuromiografia Butantã

O Butantã é, ainda, atravessado pelos quilômetros iniciais da rodovia Raposo Tavares. Destacam-se também no distrito a Cidade Universitária, sede da Universidade de São Paulo, e, vizinho à universidade, o Instituto Butantan. No censo de 2000, apresentava uma população de 52 649 habitantes. O distrito é atendido pela linha 4 (amarela) do Metrô de São Paulo, por meio da Estação Butantã, que foi inaugurada em 28 de março de 2011, e da Estação São Paulo-Morumbi, que foi inaugurada em 27 de outubro de 2018 e se localiza na divisa com os distritos do Morumbi e da Vila Sônia.

Validação do Exame por Site de Confiança na Internet

 

Endereço Eletroneuromiografia no Butantã em São Paulo: Av. Ibirapuera, 2907 – conjunto 1618 – Indianópolis, São Paulo – SP, 04029-200

Telefone: (11) 3522-9515

História do Butantã

A região do Butantã era rota de passagem de bandeirantes e jesuítas que se dirigiam ao interior do país. Foi na região do Butantã que Afonso Sardinha montou o primeiro trapiche de açúcar da vila de São Paulo, em sesmaria obtida em 1607. As terras da antiga sesmaria tiveram várias denominações: Ybytatá, Uvatantan, Ubitatá, Butantan e, finalmente, Butantã.