quarta-feira, junho 12, 2024
Agendar Exame de Doppler Transcraniano SP
InícioDoppler TranscranianoA Importância do Doppler Transcraniano na Neurologia e Neurocirurgia

A Importância do Doppler Transcraniano na Neurologia e Neurocirurgia

Você sabia que o Doppler Transcraniano pode detectar estreitamentos nas artérias cerebrais? Essa ferramenta é essencial para o diagnóstico precoce de AVC e outras condições neurológicas. #DopplerTranscraniano #Neurologia

O Doppler Transcraniano (DTC) é uma ferramenta diagnóstica fundamental para avaliar o fluxo sanguíneo cerebral. Neste capítulo, exploraremos sua relevância, histórico de sucesso e como ele contribui para o diagnóstico e tratamento de doenças neurológicas.

História de Sucesso do DTC

  • A descoberta inicial do DTC é atribuída ao Dr. Rune Aaslid no início da década de 1980. Ele percebeu que o ultrassom de ondas de pulso poderia penetrar no crânio e medir a velocidade do fluxo sanguíneo nas artérias cerebrais.
  • Essa descoberta levou à criação da primeira empresa comercial de DTC, a EME (Eden Medical Electronics), por Alec Eden, na Alemanha. O dispositivo TC2-64 da EME impulsionou pesquisas clínicas e tecnológicas, estimulando o mercado de DTC.

Como Funciona o DTC

  • O DTC utiliza ultrassom não invasivo para medir as velocidades do fluxo sanguíneo nas principais artérias intracranianas, incluindo o Círculo de Willis.
  • O exame é realizado com o paciente acordado, deitado ou sentado. Um transdutor é aplicado na pele, e o técnico registra os dados sobre o fluxo sanguíneo.
  • O DTC permite avaliação dinâmica e repetição sem riscos para o paciente.

Indicações Clínicas

  • O DTC é indicado para:
    • Avaliação de doenças cerebrovasculares.
    • Detecção de estreitamento ou bloqueio das artérias cerebrais.
    • Investigação de AVC, anemia falciforme, hemorragia subaracnóidea e enxaqueca.
    • Avaliação da substância negra, indicando a Doença de Parkinson.

A Importância do Doppler Transcraniano na Neurologia e Neurocirurgia

O Doppler Transcraniano (DTC) é uma ferramenta diagnóstica fundamental para avaliar o fluxo sanguíneo cerebral. Neste capítulo, exploraremos sua relevância, histórico de sucesso e como ele contribui para o diagnóstico e tratamento de doenças neurológicas.

Doenças Detectadas pelo DTC

O DTC desempenha um papel crucial na detecção e monitoramento de várias condições cerebrovasculares:

  1. Acidente Vascular Cerebral (AVC):
    1. O DTC permite avaliar o fluxo sanguíneo nas artérias cerebrais e detectar estreitamentos ou bloqueios que podem levar a um AVC isquêmico.
  2. Hemorragia Subaracnoidea (HSA):
    1. O DTC é usado para identificar sangramentos no espaço entre o cérebro e os tecidos que o cobrem, auxiliando no diagnóstico precoce.
  3. Vasoespasmo Cerebral:
    1. Após hemorragias subaracnoideas, o DTC monitora o estreitamento das artérias cerebrais, prevenindo complicações.
  4. Anemia Falciforme:
    1. O DTC avalia o fluxo sanguíneo em pacientes com anemia falciforme, identificando riscos de AVC.

Clínica Regenerati em Moema, São Paulo

  • A Clínica Regenerati, localizada em Moema, oferece o exame de DTC.
  • Agende seu DTC com um neurologista especializado para avaliar sua saúde cerebral.

Em resumo, o DTC é uma ferramenta valiosa para a neurologia e neurocirurgia, permitindo diagnóstico precoce e monitoramento eficaz. 🧠🚀

 

Quem leu, também se interessa por:

Popular