Exame de Eletroneuromiografia – Parque Ibirapuera é um Procedimento Diagnóstico, Executado e Interpretado por Médicos, é de Fundamental Importância na Identificação…

Exame de Eletroneuromiografia – Parque Ibirapuera

É o nome empregado ao estudo da Neurocondução (Condução Nervosa popularmente chamado de Eletroneurografia)  Por padrão realizado por meio da Estimulação Elétrica dos Nervos Periféricos como resultado, temos o Registro da Resposta Sensitiva ou também da Motora à Distância, na forma de uma diferença de potencial.

Você sabe qual a diferença entre o Neurologista, Neurocirurgião e o Neurologista Infantil?

Para os critérios do Exame, parâmetros básicos utilizados para a avaliação são:

  • a latência
  • amplitude das respostas.

Por meio das respostas obtidas com as latências, podemos assim chegar a um ponto de referencia e assim, temos como Calcular a Velocidade de Condução Nervosa ou Avaliá-la indiretamente. Essas latências estão tipicamente fora do comum e Aumentadas nas Doenças Desmielinizantes. A amplitude dos potenciais avalia indiretamente o contingente de axônios no nervo estudado.

Você também pode assistir ao vídeo direto do Youtube

A realização do Exame de Eletroneuromiografia Parque Ibirapuera 

Na Regenerati realizamos o Exame de Eletromiografia SP , por sua vez, estuda a atividade elétrica na intimidade muscular, em diferentes estágios de ativação, realizada normalmente com um eletrodo na forma de agulha. Em estado de Repouso, os músculos normalmente apresentam silêncio elétrico. As alterações encontradas dependem fundamentalmente da cronologia do processo patológico, sendo necessárias três a quatro semanas para aparecem os sinais de desenervação no repouso. Normalmente, a duração do exame varia de 40 (quarenta) minutos até 1h (uma) e 30 (trinta) minutos.

Conheça o Exame de Eletroneuromiografia

Conheça o Exame de Doppler Transcraniano no Itaim

 

Exame de Eletroneuromiografia – Parque Ibirapuera | SP

O exame não apresenta risco, indolor e não é invasivo, de modo que pode ser refeito quantas vezes forem necessárias, e não tem contra-indicações. Gestantes podem fazer o exame, dado que ele não apresenta nenhum risco para ela ou para o bebê. Crianças também podem realizá-lo. Ele é indicado em várias ocasiões, que podem incluir:
Eletroneuromiografia SP está normalmente sendo indicada para a Avaliação:

  • de Lesões Nervosas Periféricas Focais
  • síndrome do túnel do carpo,
  • radiculopatias decorrentes de problemas na coluna,
  • paralisias faciais, e
  • outras
  • na investigação de doenças neuromusculares
    • Polineuropatias,
    • Miopatias,
    • Miastenia Gravis e
    • Esclerose lateral amiotrófica.

Se seu Médico normalmente Neurologista ou Neurocirurgião fez a uma solicitação para Realizar este exame, o Exame de Eletroneuromiografia SP neste artigo indicaremos um Neurologista de Confiança, que segue todos os protocolos internacionais. Você sabe qual a diferença entre o Neurologista, Neurocirurgião e o Neurologista Infantil?

Exame de Eletroneuromiografia SP Dói?

Vejo isso de forma muito corriqueira e frequente, na internet tenho visto de forma sequencial esta duvida. Está relacionada ao Exame de Eletroneuromiografia, este ele provoca Dor ou Não.

Ambas etapas incluídas no exame podem gerar certos desconfortos ou uma sensação de incômodo ao paciente.

Você sabe onde tem um Especialista em Parkinson?

Tudo dentro da conformidade do dia dia, nada para se assustar. Nada de Dor.

Relado de uma pessoa na Internet

Mas vamos lá: eu sempre senti dores absurdas nas pernas, mesmo quando criança, sem diabetes. Alguns médicos diziam que era a “dor do crescimento”. Eu cresci e a dor ainda existia. Eu sinto essas dores se tomo friagem (coisa de vó, mas super verdade!), se ando muitos Km e por muito tempo fico em pé, ou em época de frio. Comprar um lençol térmico ajudou muito nas dores.

E se eu fico muito tempo sentada não computador, sinto uma sensação de pernas inchadas. Fisicamente elas não estão inchadas, mas a sensação é de q meus pés viraram pãezinhos.

Fui ao meu médico endócrino e ele me pediu esse exame: Eletroneuromiografia.

Comecei a ler umas coisas no google e desisti…porque a gente é bicho besta de ficar lendo as paradas antes do problema acontecer, e isso só faz as minhocas terem um lugar ótimo para morar: sua cabeça.

Eu já fui pro exame cagando nas calças. Literalmente. Ontem tive uma diarreia emocional só pq o exame seria feito hoje…. (nossa cabeça manda em tudo, não tem jeito).

Bom o médico que fez o meu exame (não perguntei o nome pq eu tava desesperada na hora) fui muito legal, (em partes pq eu pedi pra tirar foto do exame e ele não deixou. Até não deixou o Sérgio ficar na sala, ele esperou na recepção). Ele sentou comigo e explicou cada parte do exame, para que servia cada eletrodo, cada agulha (sim, tem agulha!), cada fio e o que cada coisa ia fazer. Basicamente é o seguinte: a gente tem vários nervos que servem para nos dar as sensações de frio, quente, dor, carinho, toque….e esses nervos podem ser danificados (em uma pessoa diabética ou não!) e quando isso acontece, você perde a sensibilidade das partes (braço, dedos, pernas, canela…). E esse exame mede a funcionalidade dos seus nervos e dos músculos, só pra checar se está tudo bem por ali…

Perfeito.

Vá de short e regata.

Você senta primeiro na maca e ele coloca os eletrodos em alguns pontos da sua mão. E eh aí que a brincadeira começa: com uma arma de paralisar bandidos (tô zoando, não é uma arma, mas parece muito!) ele dá vários choques no seu braço, pulso, dedos, e antebraço. O choque é uma coisa bem leve. Incomoda, mas não dói. Seu dedo involuntariamente se mexe, se não se mexer é sinal que fodeu tudo. Então é um ótimo sinal sentir o choque beleza? Na tela vai aparecer umas curvas, isso quer dizer que seu nervo está respondendo aos estímulos elétricos. Se não aparecer nada começa a chorar pq tú tá todo fodido…

O choque é bem parecido quando vc tomava choque no chuveiro da casa da vó sabe? É uma “tremidinha”, de leve, e pronto. Mas a intensidade pode mudar se você tiver um problema. Que foi o que aconteceu comigo.

Depois dessa área dos braços eu deitei na maca e ele colocou os eletrodos no meu dedo do pé, bem em cima, onde a gente tem uns pelinhos sabe? (Bem feio por sinal, se vc também tem, raspe!), no peito do pé, e embaixo do ossinho do calcanhar. Quando ele fez isso começou a me dar um suador LOUCO! Pq eu fiquei pensando: MEU DEUS ELE VAI DAR UM CHOQUE NO MEU DEDO E VAI DOER MUITO! Mas não doeu. Ele deu o choque e foi ok. Chato. Mas ok.

Quem não pode Fazer o Exame de Eletroneuromiografia – Parque Ibirapuera

A avaliação é habitualmente composta por duas etapas:

  1. o estudo da condução nervosa e da
  2. Eletromiografia.

Onde Realizar o Exame de Eletroneuromiografia – Parque Ibirapuera

Caso solicitado, é essencial realizar este exame, que é responsável por identificar e fazer o acompanhamento de diversas patologias ou anomalias cerebrovasculares, revelando informações importantes sobre a hemodinâmica cerebral.

Endereço do Exame Eletroneuromiografia SP

Endereço: Av. Ibirapuera, 2907 ퟀ�” 1618 ퟀ�” Moema, São Paulo ퟀ�” SP, 04029-200, Brasil
Telefone: +55 11 3522-9515

Bairro Próximo  – Bairro do lado

O Exame não pode ser realizado em pacientes com marca passo e com cateter intracardíaco (próteses valvares, stents, ou revascularização miocárdica não trazem qualquer limitação para o realização do exame). Também não pode ser realizado se o Sr. (a) estiver em uso de anticoagulante (AAS ou aspirina não trazem risco), ou se a região a ser examinada apresenta infecção da pele (erisipela ou abscesso), trombose ou flebite. O exame de agulha também não pode ser realizado nas pacientes que foram submetidas a mastectomia com esvaziamento axilar.

Está procurando por Exame de Doppler Transcraniano?

Doenças Pré Existentes

Caso os Sr.(a) seja portador dos vírus da hepatite B ou C ou HIV informe ao Médico que Realiza o Exame (somente a ele). Essa informação é importante para que o médico que realiza o exame tome providência de autoproteção mais adequadas.